CURSO DE TEORIA MUSICAL
Aula 30: Aula Completa sobre Acordes Diminutos

Na trigésima aula do nosso Curso de Teoria Musical, voltaremos a falar sobre os ACORDES DIMINUTOS, mas dessa vez, com mais profundidade. Hoje falarei sobre a definição do acorde, sua composição, suas variações, explicarei o porquê de ele ser um acorde tão tenso e “assustador” para muitos, e falarei sobre duas aplicações desse acorde tão desprezado por muita gente.

IMPORTANTE: Caso não entenda esta aula, certifique-se de que tenha assistido as aulas anteriores desta playlist, disponíveis em meu canal e imprescindíveis para o perfeito aproveitamento desta aula.

CURTA, DIVULGUE e SE INSCREVA NO CANAL! 🙂

DÚVIDAS? Escreva nos comentários, que eu responderei o quanto antes, mas lembre-se: eu só respondo comentários NOVOS. Comentários que já foram respondidos uma vez não serão respondidos novamente, pois o aplicativo que utilizo só me avisa sobre NOVAS MENSAGENS.

REDES SOCIAIS E CONTATOS:

MEU SITE: http://www.eduardofeldberg.com.br
MEU FACE: http://www.facebook.com/eduardofeldberg
MEU INSTAGRAM: @eduardofeldberg

CONTRIBUIÇÕES:

– Site da Vakinha: https://goo.gl/fSXuYH
– Bradesco: Agência 0501 l Conta Poupança: 1012.957-5
– CEF: Agência 0256 l Conta Poupança 211.570-5
– Itaú: Agência 5589 l Conta Poupança 12.299-2
– Contribuições internacionais: utilize o cartão de crédito internacional na nossa campanha do Vakinha ou entre em contato comigo por e-mail (contato@eduardofeldberg.com.br) para utilizar o PayPal.

QUER DESCONTO PARA COMPRAR SEU INSTRUMENTO?

Acesse www.chinasom.com.br e aplique o cupom EDUARDO na finalização de sua compra, garantindo um desconto de 5% sobre o valor total do carrinho. 🙂

PROPOSTAS DE PARCERIA?

Envie um e-mail para contato@eduardofeldberg.com.br

Abraços, que Deus te abençoe e até o próximo vídeo!

GABARITO:

1) Por que os acordes diminutos possuem uma sonoridade considerada “tensa”?
Resposta: Porque eles possuem um (ou dois) trítonos em sua composição e o trítono é um intervalo tenso que causa certo desconforto em grande parte das pessoas.

02) É verdade que o VII grau do campo harmônico maior com tétrades será sempre um acorde diminuto?
Resposta: Não! O sétimo grau do campo harmônico será diminuto quando for composto por três notas (T + bIII + bV), mas quando for uma tétrade, o acorde será meio-diminuto (T + bIII + bV + bVII)

03) Se a música estiver na tonalidade F, eu posso substituir o V grau por um Dº?
Resposta: Não! Uma música na tonalidade F terá como V grau o acorde C7 e esse acorde dominante poderá ser substituído pelo VII grau (Eº) ou pelo acorde meio-tom acima diminuto (C#º), mas não pelo Dº.

04) Se a música estiver na tonalidade A, eu posso substituir o V grau por um G#m7(b5)?
Resposta: Sim! Uma música na tonalidade A terá como V grau o acorde E7 e esse acorde poderá ser substituído pelo VII grau (G#dim ou G#m7(b5)) ou pelo acorde meio-tom acima diminuto (Fº).

05) Qual é a diferença na montagem das tétrades meio-diminutas para as tétrades diminutas?
Resposta: As tétrades meio-diminutas possuem um “b7” (sétima meio-tom abaixo) em sua composição, enquanto as tétrades diminutas possuem um “bb7” (sétima um tom abaixo) em sua composição.

06) É verdade que o VII grau do campo harmônico maior com tríades será sempre diminuto?
Resposta: Sim. No campo harmônico maior com tríades, o VII grau será sempre diminuto (T + bIII + bV).

#CURSODETEORIAMUSICAL
#ACORDESDIMINUTOS
#COMOUSARDIMINUTO
#TIPOSDEACORDESDIMINUTOS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *